A escolha certa para a gestão eficaz de condomínios Software em nuvem, acessível em qualquer lugar do mundo sem a necessidade de investimentos em infraestrutura e preocupação com backups
Blog

Como realizar a segurança em condomínios

Um dos principais motivos para se viver em um condomínio é a questão da segurança. Com o aumento gradativo da violência e de roubos, as pessoas estão sempre procurando meios de se manterem seguras. Por isso, condomínios fechados se tornam uma alternativa válida, pois proporcionam maior privacidade, segurança e se distanciam dos perigos cotidianos. Entretanto, os condomínios precisam estar preparados para qualquer situação, oferecendo um ambiente seguro, tranquilo e livre de ameaças. Por essa razão, investir na segurança é essencial. Pensando nisso, separamos algumas dicas de como manter o condomínio com a segurança em dia.

 

Tecnologia aliada à segurança

 

A primeira dica é: use toda a modernidade tecnológica para favorecer a segurança dos moradores. Hoje em dia, o mercado de segurança tecnológica é muita diversificado, o que ajuda e muito o trabalho dos vigilantes.

Por conta disso, investir em câmeras de segurança, sistema de alarmes integrados a uma central, sensores, cancelas automáticas com cartão de acesso para moradores e botão do pânico, mecanismos que coíbem a entrada de pessoas, como os que acusam a presença de objetos metálicos e assim por diante, se torna necessário.

Um condomínio que investe em segurança eletrônica com certeza terá uma boa reputação. Por isso, a tecnologia é uma importante aliada no combate a roubos e violência, além de aumentar a demanda de compra e aluguel dos imóveis.

 

Contrate profissionais especializados

 

Profissionais de segurança capacitados são também uma ótima garantia de segurança para os condomínios. Entretanto, na hora da contratação desses profissionais, deve-se levar em conta o currículo, as habilitações e também referências. Caso haja necessidade, poderá ser estabelecido um período para testes e avaliação de desempenho.

Os profissionais que trabalham diariamente no condomínio devem conhecer e demonstrar habilidades de segurança, ter conhecimentos específicos e atualizados, saber aplicar ações preventivas, afim de evitar que os residentes fiquem vulneráveis.

 

Controle de entrada de convidados e trabalhadores

 

A identificação na hora da entrada no condomínio é de extrema importância para se manter a segurança do local. O controle rigoroso se faz necessário, pois muitas vezes os crimes acontecem quando se falha nesse ponto.

Todo visitante, seja ele convidado ou prestador de serviços, deve ser identificado e autorizado pelo morador. A identificação é uma garantia da idoneidade dos visitantes, porém, muitas vezes, assaltantes falsificam as identificações ou mesmo se disfarçam de profissionais. Nesse caso, um controle rígido é necessário na hora do acesso.

O controle de entrada de pessoas deve ser feito por profissional qualificado, que realize procedimentos com tranquilidade e descrição, sem constranger a pessoa que está sendo checada.

 

Torre de vigilância

 

Outro elemento que ajuda e muita a manter a segurança dos condomínios são as torres de vigilância, ou também conhecidas como guaritas. Esta deve ser posicionada de forma que seja vista do lado de fora do residencial, e também deve dar total visibilidade ao funcionário que estará dentro do local.

A guarita funcionará como uma passagem do lado de fora do condomínio para o lado de dentro, onde acontecerá o controle da entrada e saída de pessoas. Ela nunca deverá ficar sem ninguém, e é indicado que o porteiro esteja acompanhado de mais um ou dois profissionais especializados em segurança, para inibir a possível ação de criminosos.

 

Normas e políticas internas

 

Outro fator de extrema importância são as normas e políticas internas de segurança. Essa é uma ótima forma para se tomar medidas preventivas ou corretivas, e para que todos os condôminos e funcionários sigam sempre as orientações dessas normas. Como por exemplo:

- Reuniões que abordam o tema segurança;

- Cuidados ao abrir a porta de casa, sempre olhe no “olho mágico”, coloque trava de segurança, mantenha a porta fechada;

- Receber delivery de comida na portaria ao invés de autorizar a entrada no condomínio;

- Câmeras de segurança no apartamento e corredores;

- Não abrir o portão automático quando se está muito longe, esperar chegar próximo ao local;

- Não deixar as chaves na guarita ou com os funcionários;

- Cuidados ao autorizar as pessoas a entrarem no condomínio.

 

Essas são algumas das precauções que devem ser adotadas por todos os moradores e funcionários, afim de evitar que a segurança seja burlada e que aconteçam roubos dentro do condomínio. 

 

 

Procedimentos emergenciais

 

Porém, se caso alguma emergência aconteça, é importantíssimo existir procedimentos. Por conta disso, é necessário existir telefones e senhas para acelerar a comunicação entre moradores e funcionários. Pois, caso haja uma tentativa de roubo, o morador poderá contatar o segurança ou porteiro através de senhas especificas, como forma de pedido de ajuda.

 

Além de toda a segurança necessária para manter o bem-estar dos condôminos, existe também softwares que cuidam da segurança financeira do condomínio. Como é o caso do Condominium SL, que utiliza a mesma segurança que os bancos. Ou seja, com o software os seus dados estão muito mais seguros que se deixados em um desktop. Além disso, você acessa de qualquer lugar, 24 horas por dia e 7 dias por semana, totalmente online e seguro.  Conheça o Condominium SL e administre o condomínio sem dores de cabeça e o melhor, sem nenhuma burocracia.

Compartilhe:
WhatsApp
Comece usar
Agora
© 2019 Direitos Reservados
Fale Conosco